O GOLPE DAS CRIPTOMOEDAS, GANÂNCIA E IGNORÂNCIA DOS ENGANADOS. - A moda das moedas digitais que tem feito vitimas em todo o mundo!



Eu estava com esse artigo sobre criptomoedas, pronto para uma postagem futura, quando estourou em Brasília uma operação sobre a “KRIPTACOIN”, então resolvi de imediato fazer esta postagem para esclarecer aos meus leitores algumas coisas sobre as criptomoedas, para assim tentar evitar que vocês venha a ser vitimas destas quadrilhas de estelionatários que se movem sorrateiramente pelas redes sociais, grupos evangélicos e outros, desde a queda da telexfree. Leiam com cuidado e afastem-se destas propostas de lucro fácil e instantâneo.


A ignorância e ganância têm sido descritos como os combustíveis que tem alimentado o motor da maior parte das fraudes e irregularidades financeiras. Quase que por todos os lados, há uma determinada moeda, um produto para investir, baseado numa criptomoeda, que promete soluções e pagamentos extraordinários. O número de indivíduos que se inscrevem para estes programas aumenta exponencialmente. Por que os golpistas chamados de scammer sobrevivem? Uma outra questão que precisa ser respondida é por que razão as pessoas continuam a cair nestes truques milenares? E são tantas as questões importantes que uma última ainda persiste! Como identificar esses regimes? As fraudes alimentam-se de dois ingredientes: ignorância e a ganância, simples assim!

As novas tecnologias não são compreendidas pela maioria das pessoas, permitindo que os scammers ocasionalmente enganem indivíduos. As fraudes são muitas vezes propagadas dentro dos círculos sociais baseadas em relações de confiança, muitas vezes entre amigos, colegas de trabalho e outros grupos sociais (redes sociais, círculos religiosos e grupos de afinidade são os maiores exemplos). Nesses casos, ele observa que as pessoas muitas vezes olham para a reputação do apresentador, confiando que ele nunca iria tentar enganá-lo, em vez de perguntar sobre os reais propósitos dessa oportunidade. Os princípios fundamentais da criptomoeda inclui a descentralização, privacidade, uso ilimitado, o fornecimento controlado, e transparência com uma contabilidade pública, chamada de Blockchain e código-fonte divulgado publicamente para qualquer um verificar. Qualquer entidade que não satisfaz ou apresenta qualquer um destes requisitos, não pode se passar por criptomoeda genuína. O maior culpado, nesta categoria é a Onecoin. A “OneCoin é um esquema de pirâmide ilegal, prometendo retornos irreais sobre o investimento que só é pago a partir da adesão e do dinheiro de novos investidores”. Criptomoedas reais com nenhum valor real, essas criptomoedas podem até ter passado nos princípios fundamentalmente necessários, mas não conseguiram entregar valor para o mercado para conduzir a demanda do comprador com um benefício do usuário. A construção de uma criptomoeda é geralmente um processo simples e pode ser alcançado dentro de alguns dias, e por menos do que custou o Bitcoin. No entanto, o verdadeiro desafio é a construção de um mercado para a moeda com uma rede de usuários e credibilidade. A maioria das 3.534 criptomoedas estão listadas neste link https://cryptocoincharts.info/. Informação, cuidado e estudo direcionado adequado é a solução para fugir dos golpes.


Um bom exemplo de uma criptomoeda confiável é da empresa Ethereum. Ela fez sua própria moeda interna, a moeda Éter. “A Ethereum fornece uma plataforma de desenvolvimento para aplicações Blockchain” (Você poderá pesquisar esta moeda). O mercado de criptomoedas movimentará US$ 1 trilhão de dólares e remodelará a cultura humana, e vai eventualmente, alcançar os volumes de transação próximas à da Visa e MasterCard. No entanto, as pessoas devem estudar este mercado financeiro tão peculiar para serem capazes de diferenciar uma oportunidade genuína de um golpe.