NOVA CONVERSÃO HIPOTÉTICA DOS RÉIS PARA O ATUAL REAL - Versão Atualizada 2022.

 

Os Réis estiveram em circulação durante 400 anos. Foi a moeda vigente durante a maior parte da história do Brasil e se confunde em muito com sua trajetória em terras portuguesas, pois muitas moedas que circularam por lá também eram utilizadas em sua colônia. Era tida como uma moeda segura e estável.

Os valores de conversão que apresentarei abaixo, são valores desenvolvidos por nós e embasado em conteúdos literários de outros historiadores. Nosso site é especializado no tema de Conversão hipotética dos Réis para o atual Real e nos orgulhamos em trazer um pouco da história para a atual realidade.

VOCÊ PODERÁ GOSTAR DESSE VÍDEO!

Entretanto, devo lembrar que os valores serão somente aproximados. Talvez o mais próximo que você chegará do valor real. Matemáticos e estudiosos das ciências exatas foram procurados para que uma questão fosse formada em torno do tema, chegando à conclusão que o nosso calculo pode ser utilizado para embasar estudos históricos para valores aproximados, visto que até o momento tem sido impossível levar em conta a inflação desde os réis coloniais até o real atual.  

Nosso estudo foi revisado e compilado para facilitar a consulta de muitos leitores que procuram por esse tema. Caso queira ler o artigo antigo, clique aqui para ser redirecionado.

CONVERTENDO UM CONTO DE RÉIS – Para termos a conversão simplificada, mas sem previsão inflacionária em cálculo utilizamos um trecho do livro 1808, de Laurentino Gomes, onde narra a chegada da corte ao Brasil no ano que dá nome ao livro, 1808.

 “A duquesa de Cadaval, cujo marido havia morrido na escala em Salvador, alojou-se numa chácara do coronel de milícias Manoel Alves da Costa e lá ficou também sem pagar um tostão de aluguel. Quando o proprietário decidiu reclamar a casa, a nobre inquilina respondeu que não tinha outro lugar para morar e se ofereceu para pagar um aluguel anual de 600000 réis (equivalente hoje a 34000 reais). O dono achou pouco e recusou. A duquesa se fez de surda e permaneceu na chácara até 1821, quando voltou para Portugal em companhia de D. João VI e mandou depositar no banco a importância correspondente a 600000 réis por ano, sem agradecer ou dar explicações ao coronel.”

 

1808, Laurentino Gomes.

Laurentino Gomes utiliza a obra de Oliveira Lima, D. João VI no Brasil, p. 79. Oliveira [pág. 369] onde Lima cita todos os valores em réis ou francos. A atualização monetária foi feita com ajuda do sistema de conversão de moedas antigas do Parlamento britânico. A partir desse trecho e dessa importante informação chegamos a equivalência de:

1 Real (Réis nos singular chama-se “Real”) - R$ 0,056

1 Mil-réis (Mil Réis) - R$ 56,00

1 Conto de Réis (Mil-réis = 1.000 x 1.000 = 1.000.000 Réis)

1 Conto de Réis = R$ 56.000,00

O resultado simplificado sem levar em conta a inflação seria R$ 56.000,00

Mas o que esse valor significava para a época de circulação dos réis, ou até mesmo, o que era possível fazer ou comprar com esse dinheiro (1 conto de réis)?

Em nosso artigo oferecemos a resposta completa, mas desta vez compilamos algumas informações para que você possa ter uma ideia eficaz, mas resumida.

- Em 1846, o Império conseguiu o 1º orçamento superavitário por conta das novas rendas da Alfândega, nessa época 1 saca de café era comprada por 12$000 réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 672,00

- Um escravo comum e adulto, poderia chegar ao valor de 350$000 réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 19.600,00

- Um escravo entre 10 e 15 anos custava algo em torno de 150$000 réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 8.400,00

- Escravos com habilidades específicas como; carpinteiro, fundidor, maquinista e outros) chegavam ao teto máximo de 715$000 réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 40.040,00

- Em 1854, a receita total do Império foi de 35.000 contos de réis, mas esse dado histórico deixaremos mais para o final.

- Entre 1856 e 1862, no município de Vassouras, Rio de Janeiro, 1 conto de réis (1:000$000=1 milhão de réis) comprava 1 escravo, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 56.000,00.

- Em 1860, 1 conto de réis (1:000$000= 1 milhão de réis) comprava 1 kg. de ouro, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 56.000,00

- Considerando que em 15/11/1889, o menor salário mensal (de uma pessoa sem nenhum conhecimento) do Brasil Imperial era 25$000 Réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 1.400,00. Podemos aproximar outros salários pagos aos profissionais de outras áreas neste mesmo período.

O salário de uma professora primária era 45$000 Réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 2.520,00

O salário mensal de um Professor Secundário era 167$000 Réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 9.352,00

O maior salário mensal do País era de 300$000 Réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 16.800,00

Para fins de referência e cálculos observamos preço praticado para venda do ouro puro, ou seja, 9 (nove) gramas de ouro 24 quilates, que em 15/11/1889 valia 10$000 réis, que convertido de forma aproximada e hipotética para o atual real, seria algo em torno de R$ 560,00.

Como podemos observar, um conto de Réis era uma quantia disponível somente aos mais abastados. Em um último dado histórico, e o primeiro citado, sabe-se que, a receita total do Império em 1854 era de 35.000 contos de Réis, que convertido de forma livre de ação inflacionária, mas de forma hipotética, chegava aos R$ 1.960.000.000,00.

Com a atualização ocorrida em nosso artigo, deixamos o campo hipotético um pouco mais próximo da realidade monetária dos réis a partir do ano de 1808.

Para a numismática, os Réis contam a história monetária de Portugal e do Brasil, em uma relação profundamente interligada pelo laço monetário.

CURIOSIDADE – Os réis foram a moeda oficial de Portugal até 1911, sendo substituída pelo Escudo. Enquanto no Brasil os réis circularam de 1500 até o fim da década de 30.


Banner: Diniz Numismática apoia Collectprime, uma plataforma digital que ajuda pessoas na jornada de colecionar

1 Comentários

Obrigado por comentar! Sua opinião é de extrema relevância para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem