TATA MADIBA - Moeda comemorativa ao centenário do nascimento de Nelson Mandela



A numismática mundial não para, e  sempre seguimos nosso instinto de garimpar as curiosidades e novidades para nossos leitores. Uma destas curiosidades foi lançada pelo Banco de Reserva da África do Sul, o banco emitiu mais de 400 milhões de notas bancárias e uma moeda de edição limitada, comemorativas ao centenário do nascimento do ex-Presidente Nelson Mandela, que foi comemorado no 18 de julho de 2018.

"Utata [o pai da Nação] representa a melhor versão de nós próprios como sul-africanos e não existe momento mais apropriado do que o seu aniversário centenário para honrar o que ele representa, disse Lesetja Kganyago, governador do Banco de Reserva da África do Sul (Sarb, sigla em inglês).

O Sarb afirmam que as anotações descrevem a vida de Mandela, desde tenra idade na sua aldeia [Qunu] no Cabo Oriental, como filho de um chefe tradicional; os 27 anos de encarceramento e o fim do apartheid em 1994, quando foi eleito chefe de Estado. Nelson Mandela morreu em 2013, aos 95 anos.

O Banco de Reserva divulgou ainda uma 'app' de acompanhamento a esta série comemorativa de notas e moeda de cinco de randes, com conteúdos sobre a vida de Mandela e recursos de segurança.

NELSON MANDELA - Nelson Rolihlahla Mandela (Mvezo, 18 de julho de 1918 — Joanesburgo, 5 de dezembro de 2013) foi um advogado, líder rebelde e presidente da África do Sul de 1994 a 1999, considerado como o mais importante líder da África Negra, vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1993, e pai da moderna nação sul-africana, onde é normalmente referido como Madiba (nome do seu clã) ou "Tata" ("Pai").

Nascido numa família de nobreza tribal, numa pequena aldeia do interior onde possivelmente viria a ocupar cargo de chefia, recusou esse destino aos 23 anos ao seguir para a capital, Joanesburgo, e iniciar sua atuação política. Passando do interior rural para uma vida rebelde na faculdade, transformou-se em um jovem advogado na capital e líder da resistência não-violenta da juventude, acabando como réu em um infame julgamento por traição. Foragido, tornou-se depois o prisioneiro mais famoso do mundo e, finalmente, o político mais galardoado em vida, responsável pela refundação do seu país como uma sociedade multiétnica.

Mandela passou 27 anos na prisão - inicialmente em Robben Island e, mais tarde, nas prisões de Pollsmoor e Victor Verster. Depois de uma campanha internacional, ele foi libertado em 1990, quando recrudescia a guerra civil em seu país. Em dezembro de 2013, foi revelado pelo The New York Times que a CIA americana foi a força decisiva para a prisão de Mandela em 1962, quando agentes americanos foram empregados para auxiliar as forças de segurança da África do Sul a localizá-lo. Até 2009, ele havia dedicado 67 anos de sua vida à causa que defendeu como advogado de direitos humanos e pela qual se tornou prisioneiro de um regime de segregação racial, até ser eleito o primeiro presidente da África do Sul livre. Em sua homenagem, a Organização das Nações Unidas instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela no dia de seu nascimento, 18 de julho, como forma de valorizar em todo o mundo a luta pela liberdade, pela justiça e pela democracia.

Mandela foi uma figura controversa durante grande parte da sua vida. Denunciado como um terrorista comunista por seus críticos, ele acabou sendo aclamado internacionalmente por seu ativismo e recebeu mais de 250 prêmios e condecorações, incluindo o Nobel da Paz em 1993, a Medalha Presidencial da Liberdade dos Estados Unidos e a Ordem de Lenin da União Soviética. Seus críticos apontam seus traços egocêntricos e o fato de seu governo ter sido amigo de ditadores simpáticos ao Congresso Nacional Africano (CNA). Em sua vida privada, enfrentou dramas pessoais mas permaneceu fiel ao dever de conduzir seu país. Foi o mais poderoso símbolo da luta contra o regime segregacionista do Apartheid, sistema racista oficializado em 1948, e modelo mundial de resistência. Nas palavras de Ali Abdessalam Treki, Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, "um dos maiores líderes morais e políticos de nosso tempo". Recebeu a Medalha Benjamin Franklin por Serviço Público de Destaque em 2000.


PRINICIPAIS CITAÇÕES
“A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.”

“Sempre parece impossível até que seja feito.”

“Você não encontrará nenhuma paixão se se conforma com uma vida que é inferior àquela que é capaz de viver.”

“Eu aprendi que a coragem não é a ausência de medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas aquele que conquista por cima do medo.”

“Se você falar com um homem numa linguagem que ele compreende, isso entra na cabeça dele. Se você falar com ele em sua própria liguagem, você atinge seu coração.”

“Ser pela liberdade não é apenas tirar as correntes de alguém, mas viver de forma que respeite e melhore a liberdade dos outros.”

“A maior glória em viver não está em nunca cair, mas em levantar cada vez que caímos.”

“E, à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo.”

“Eu não sou um santo, a menos que você pense que um santo seja um pecador que permanece tentando.”

“Uma boa mente e um bom coração são sempre uma combinação formidável. Mas quando você adiciona a isso um idioma bem falado ou uma caneta, então você tem uma coisa realmente especial.”

Postar um comentário

0 Comentários