MOEDA DO REAL EM FORMA DE SELO – Seria possível?



A numismática é constantemente homenageada pela filatelia ao redor do mundo, e aqui no Brasil não poderia ser diferente. A fusão entre filatelia, numismática e notafilia já ocorreu algumas vezes ao longo da história. Em 1976, o Edital dos Correios número 26, homenageava o surgimento e implantação da “milésima agência do Banco do Brasil”. O bloco é composto de três elementos que formam uma cédula de 30 mil Réis, emitida durante a 2ª fase do Banco do Brasil, o logotipo do banco e o símbolo da milésima agência a ser inaugurada. Uma linda peça que apesar de comemorar a inauguração de uma agência, nos oferece uma parte importante da notafilia nacional.


A notafilia foi belamente representada na série filatélica que acabamos de ver, mas não parou por ai. Em 1977, os correios fariam um novo lançamento filatélico em Edital dos Correios número 22, onde homenagearam as “moedas do Brasil Colonial”. Uma série de três belíssimos selos alusivos as moedas que circularam durante o período colonial brasileiro. Nos selos temos a representação de uma Pataca, 640 Réis em prata, datada de 1700 em seguida podemos observar o Vintem, XX Réis em cobre, datado de 1736 e por último o Dobrão, 20 mil Réis em ouro. Belíssimas moedas eternizadas em acervos numismáticos e filatélicos.




Ficamos na torcida para que os Correios em parceria com a Casa da Moeda do Brasil, possam lançar outras belíssimas séries alusivas à numismática, mas também seria algo maravilhoso uma moeda de real em forma de selo. Já pensou em uma moeda de um real olho de boi? Fica a sugestão!


Postar um comentário

0 Comentários