COMO TROCAR DÓLAR ANTIGO? – Descubra como e onde trocar.



Nosso foco é a ciência numismática e o fomento ao colecionismo, mas temos recebido muitas mensagens com uma grande dúvida. Tenho dólar antigo e agora? Tentaremos responder da melhor forma possível. Se você é um dos leitores que tem guardado em casa alguns dólares antigos “não colecionáveis” e anteriores ao ano de 1996, esse artigo foi feito exclusivamente para você.

Reconhecer as notas fica mais fácil quando você observa a data sua data de emissão. Se estiver confirmada a data anterior a 1996, nesse caso, é indicado que você as troque por notas mais novas quando for aos EUA ou se algum conhecido puder fazer isso por você.

Veja na imagem como identificar a data:


Trocar seus dólares antigos não será uma tarefa complicada, mas você precisará ficar atento aos seguintes detalhes:

COMO TROCAR O DÓLAR ANTIGO NOS EUA - Qualquer nota de dólar, desde que verdadeira, é aceita. Mas, se mesmo assim você preferir se prevenir, e tiver algum receio de utilizar a nota no comércio local, aproveite a viagem para trocar as notas antigas em instituições financeiras autorizadas.

COMO TROCAR O DÓLAR ANTIGO NO BRASIL – Você também poderá vender as notas para casas de câmbio brasileiras. Como o dinheiro é aceito nos EUA, as casas de câmbio ainda compram essas notas, porém com um custo inferior a uma nota nova. Geralmente, as notas antigas custam em média 20% menos que as posteriores ao ano de 1996.

NOTA QUE NÃO SERÁ TROCADA NO BRASIL - O caso mais comum de nota de dólar não aceita é a que tem o valor de 100 dólares antiga. A nota é alvo clássico e intenso no processo de falsificação, principalmente a nota conhecida como “carinha”, no qual o rosto de Benjamin Franklin está inserido dentro de um pequeno círculo no centro da nota, esta é a nota que você não conseguirá utilizar ou trocar no Brasil ou em qualquer outro país. Não aconselho passar essas notas de forma aleatória no comércio nacional ou em outros países.

AINDA POSSO TROCAR NOS EUA? – O governo americano está tirando as notas antigas de 100 dólares de circulação até o final de 2020. Contudo, é bom relembrar a informação acima! Pois os países que não os EUA, não aceitam mais a nota. Troque nos EUA.

Esta Cédula não é aceita em outros países e está sendo retirada de circulação nos EUA
Conhecida como "carinha"

Esta Cédula é aceita nos EUA e encontra resistência (aceitação) em outros países.

Esta Cédula é aceita nos EUA e em outros países.

CUIDADOS - A novas notas de 100 dólares entraram em circulação em 2013, e conta com ainda mais dispositivos de segurança, como uma fita em 3D. De acordo com a inclinação do papel, é possível ver imagens de sinos e inscrições do número 100 na nota. Em viajem para outros países em que o dólar é a segunda moeda, dê preferência as notas com datas mais recentes, além de menos arriscado, você terá total aceitação quando retornar ao Brasil e precisar realizar a troca da moeda.


Banner de parceria entre Diniz Numismática e Collectgram

Postar um comentário

0 Comentários