O PREÇO DE UMA VIDA – Quanto valia um escravo?


A escravidão no Brasil teve início ao raiar do século XVI e em 1530 chegaria o primeiro navio com negros escravizados, trabalho forçado e escravo que só terminaria em 13 de maio de 1888. Portanto, foram 358 de escravidão em nosso país. Historicamente, os indígenas foram as primeiras vítimas, e posteriormente, os negros africanos, trazidos de possessões como Angola e Moçambique, mas não iremos nos aprofundar na temática inicial. Nosso foco está voltado para os valores que eram praticados por vidas de pessoas inocentes.

Certamente um tema sensível nos tempos atuais, mas que infelizmente deve ser abordado de forma acadêmica para que se possa remontar algumas realidades do passado. Dito isso, nosso artigo trouxe uma lista, tal como um preçário para auxiliar o contexto de valor praticado por uma vida escravizada de acordo com sua faixa etária, sexo, oficio e até mesmo produtividade.

Os dados remontam os anos entre 1872 e 1874 e podem ser convertidos aos valores atuais utilizando o link do artigo abaixo:




TABELAS DE VALORES PRATICADOS ENTRE 1872 E 1874






Não se pode escravizar uma vida, jamais deveríamos ter tido uma ideia como esta na história da humanidade.




Banner de parceria entre Diniz Numismática e Collectgram

Postar um comentário

0 Comentários