JOSÉ DE ANCHIETA “O APÓSTOLO DO BRASIL” – Moedas da série “Ilustres” 1ª Série, 1ª emissão.



Todas as quintas-feiras traremos aos leitores um personagem ilustre da história do Brasil homenageado na série de moedas “ilustres” circuladas de 1935-1938 em uma série com duas emissões. Na primeira postagem conhecemos um pouco da história do Regente Feijó, mas agora chegou a hora de conhecer o ilustre Padre Anchieta. Devo lembrar nossos leitores que ao terminarmos as postagens referentes a primeira emissão, a segunda emissão virá logo depois. Com esta série de postagens temos a pretensão de trazer aos leitores um pouco mais da memória nacional vinculada diretamente ao meio numismático, mostrando que as moedas são uma grande fonte de cultura.
   
José de Anchieta foi um padre jesuíta espanhol. Nasceu em San Cristóbal de La Laguna, em Tenerife, nas ilhas Canárias, pertencente à Espanha, no dia 19 de março de 1534. Filho de João Lopez de Anchieta, fidalgo basco, e Mência Dias de Clavijo y Lerena, descendente dos conquistadores de Tenerife. Aprendeu as primeiras letras em casa, ingressou na escola dos dominicanos. Aos 14 anos, em companhia de seu irmão mais velho vai para Coimbra. Ingressa no Real Colégio das Artes, onde estuda humanidades e filosofia.

Em 1550, Anchieta candidata-se ao Colégio da Companhia de Jesus, em Coimbra, e em 1551 é recebido como noviço. Em 1553 é escolhido para as missões em terras brasileiras. Com um grupo de religiosos, integra a frota de Duarte da Costa, segundo Governador-Geral do Brasil, enfrentando 65 dias de viagem, chefiados pelo Padre Luís de Grã.

Ao descer na Capitania de São Vicente, Anchieta teve seu primeiro contato com os índios. A ação dos jesuítas na catequese dos índios se estendia de São Vicente até os campos de Piratininga. José de Anchieta, junto com outros religiosos, com o objetivo de catequizar os índios carijós, sobe a Serra do Mar, rumo ao Planalto, onde se instala e funda o Colégio Jesuíta.

No dia 24 de janeiro de 1554, dia da conversão do Apóstolo São Paulo, celebra uma missa, em homenagem ao Santo. Era o início da fundação da cidade de São Paulo. Logo se formou um pequeno povoado. José de Anchieta aprendeu a língua tupi, o que mais tarde lhe permitiu escrever a Gramática tupi, que seria usada em todas as missões dos jesuítas.

José de Anchieta participou da luta para expulsão dos franceses, que em 1555, haviam invadido o Rio de Janeiro e conquistado os índios tamoios. Em abril de 1563 parte de São Vicente com a missão de paz junto aos tamoios. Na longa missão que durou sete meses a paz havia sido restaurada. Depois de várias lutas, finalmente os franceses foram expulsos no dia 18 de janeiro de 1567.

Em 1577, com 43 anos e 24 passados no Brasil, Anchieta é designado provincial, o mais alto cargo da Companhia de Jesus no Brasil. Com a função de administrar os Colégios Jesuítas do país, viaja para várias cidades, entre elas, Olinda, Reritiba (hoje Anchieta) no Espírito Santo, Rio de Janeiro, Santos e São Paulo. Foram 10 anos de visitas.

Em 1597, o padre José de Anchieta, já doente vai para Reritiba, aldeia que fundou no Espírito Santo, onde passa seus últimos dias, falecendo no dia 9 de junho de 1597.

A MOEDA


ANVERSO - Efígie do Padre José de Anchieta, de perfil, onde se ostenta a inscrição vertical ANCHIETA. Missionário e fundador de São Paulo. Sigla do gravador Calmon Barreto.


REVERSO - No centro, um livro aberto e o valor 1000 réis em semicírculo. Sob o valor, a data. No exergo, a palavra BRASIL. Sigla do gravador Walter Toledo.

PERÍODO POLÍTICO - República, Era Vargas (1930-1945) Período em que Getúlio Vargas governou o Brasil por 15 anos ininterruptos. Caracterizado pelas inúmeras alterações que Vargas fez no país, tanto sociais quanto econômicas.

OUTROS DETALHES - Material: Bronze alumínio, Diâmetro: 26,7 mm, Peso: 8,00 g, Espessura: 2,10 mm, Bordo: Serrilhado.


Fontes Consultadas: Imagens, Coleção Eduardo Rezende – Site, Moedas do Brasil – Texto original, Dilva Frazão – Pesquisa, verificação de fontes e complementos Bruno Diniz.

Postar um comentário

0 Comentários