Você já ouviu falar em “ensaio monetário”? Se não ouviu iremos lhe contar! Os ensaios monetários são exemplares confeccionados durante o planejamento de uma moeda, os ensaios são fabricados com a finalidade de testar o metal. Antigamente e durante a gestação do Plano Real os ensaios monetários eram comuns, pois para participar de um concurso de gravura de uma nova emissão de moedas era preciso confeccionar algumas peças como demonstração. Todos os ensaios seguem a orientação estabelecida pela autoridade emissora. Alguns trazem uma inscrição especial ou mesmo a inscrição "ENSAIO MONETÁRIO".

Agora que você já sabe o que um ensaio monetário, mostraremos um pouco sobre o raríssimo ensaio em prata de 2.000 réis 1907, feito na Áustria. O ensaio trazia letras diferentes do tipo que foi aprovado para cunhagem regular no Brasil.

ANVERSO - Imagem de mulher personificando a República, orlada pela inscrição REPUBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRAZIL e ano entre estrelas.


REVERSO - Valor sobre o dístico RÉIS entre separadores horizontais com ponto ao centro. Na orla, a inscrição ORDEM E PROGRESSO e a indicação de peso entre estrelas (XX GRAMMAS).



PADRÃO MONETÁRIO - MIL-RÉIS (de 08/10/1833 a 31/10/1942)

O MIL-RÉIS foi oficializado em 08.10.1833, através da Lei n° 59 assinada no 2° Império, pela Regência Trina durante a menoridade de D.Pedro II. Mil-réis passou a designar a unidade monetária e réis os valores divisionários.

PERÍODO POLÍTICO - República, República Velha (1889-1930). 

A Primeira República Brasileira se estendeu desde a proclamação da República, em 15.11.1889, até a Revolução de 1930 que depôs o 13º e último presidente da República Velha, Washington Luís.

CARACTERÍSTICAS

Material: prata
Diâmetro:33,0 mm
Peso:   20,00 g
Bordo: serrilhado

OBSERVAÇÕES – Esta moeda não circulou oficialmente, sendo aprovado um modelo muito parecido. Abaixo a moeda cunhada oficialmente para o meio circulante.




Fonte:
Imagens: Coleção Eduardo Rezende /  Itaú Cultural