ATÉ ELE!? - Artista russo tem peças falsificadas pela indústria chinesa.

A indústria chinesa vem fazendo vítimas na numismática já faz algum tempo. Agora, a bola da vez é o artista russo Roman Booteen (@romanbooteen - Perfil do Instagram). O artista teve peças copiadas sem autorização pela indústria da falsificação chinesa e está pedindo o apoio de seus seguidores no Instagram para que não comprem as falsificações. 

Sabemos que se existe oferta é porque existe procura por um determinado item. O site Aliexpress hospeda em sua plataforma de vendas algumas empresas chinesas muito controversas e de reputação duvidosa. São essas empresas que alimentam os vendedores de réplicas em todo mundo (algo que vem crescendo muito no Brasil) e causam prejuízos aos comerciantes autônomos e pequenas lojas Numismáticas. O artista pede ao seus seguidores para que ao verem anúncios de suas obras na plataforma, que o informem do fato para que possa fazer uma tentativa de barrar a produção e reprodução ilegal de suas peças.

Infelizmente, sabemos o quão difícil será a missão do artista russo. A falsificação chinesa já atingiu quase todas as grandes peças da numária brasileira e mundial, parecendo encontrar grande fôlego entre aqueles que podemos chamar de picaretas virtuais. Você não precisa ir muito longe para topar com um desses "vendedores", pois o Facebook está derramando pilantras em quase todos os grupos.

Nossa ciência está ameaçada! Não compre cópias ou peças falsificadas.

Banner de parceria entre Diniz Numismática e Collectgram

Postar um comentário

0 Comentários