FAZENDEIRO ENCONTRA MAIS DE 1.753 MOEDAS NA POLÔNIA - As moedas são romanas e datadas do século 2.


Quantos tesouros numismáticos ainda estão escondidos por aí? Tenho certeza que ainda existem muitos. No ano passado 1.753 moedas foram descobertas na Polônia, mas só agora os resultados das pesquisas foram publicados pelo Museu de Hrubieszów

Em 2019, o fazendeiro Mariusz Dyl procurava por chifres abandonados em um campo de Hrubieszów, na Polônia, quando encontrou centenas de moedas prateadas. O tesouro, então, foi estudado e os resultados foram publicados na na última segunda-feira (30/3), pelo Museu de Hrubieszów.

Segundo a instituição, as 1.753 moedas de prata, conhecidas como dinares, estavam em circulação durante o período romano. O conjunto, que pesa mais de cinco quilos, é datado do século 2 e apresenta imagens dos imperadores Nerva e Septimus Severus.

De acordo com os especialistas do museu, as moedas provavelmente foram enterradas pelos vândalos, um antigo povo germânico. Acredita-se que eles tenham abandonado as moedas ao fugirem dos godos, em plena queda do Império Romano ocidental.

Segundo o arqueólogo Andrzej Kozłowski, do Instituto de Arqueologia da Universidade Maria Curie-Skłodowska, a descoberta pode ajudar a compreender mais sobre a vida dos vândalos. 

As moedas serão enviadas para a Universidade de Varsóvia, onde serão estudadas novamente estudadas por outra equipe de especialistas.

Fonte: Aventuras na História / Museu de Hrubieszów 

Adaptações: Bruno Diniz



Banner de parceria entre Diniz Numismática e Collectgram

Postar um comentário

0 Comentários