PROPAGANDA NO DINHEIRO (50 CRUZEIROS) – Os Cruzeiros da era Vargas. “Lei Áurea”.


A escalada comparativa aos grandes atos do império visava a conquista de apoio e aprovação do povo e a próxima cédula da série é representada pela estampa da lei áurea no reverso e a efígie da Princesa Isabel no anverso.

O objetivo da alegoria contida na cédula de 50 cruzeiros relaciona a vocação e atuação trabalhista de Getúlio Vargas com a lei áurea. Lei que aboliu a escravidão no país em 1888.

Sabemos que o período da história da civilização brasileira que se beneficiou do trabalho escravo é visto como uma mancha moral nacional, não devendo ser memorado e lembrado de forma pejorativa. Diante disso o governo trabalha com a Lei Áurea, dando-lhe leveza em uma alegoria que comparava a “bondade” da princesa aos atos de preocupação e zelo de Vargas por causas trabalhistas.

Podemos observar até agora que a propaganda do governo era discreta e muito eficiente.


50 Cruzeiros (ABN) 1943 Autografada

50 Cruzeiros (ABN) 1956 Chancelada

50 Cruzeiros (TLR) 1949 Autografada

50 cruzeiros (TLR) 1954 Chancelada


Banner de parceria entre Diniz Numismática e Collectgram

Postar um comentário

0 Comentários