650 MOEDAS ROMANAS ENCONTRADAS - Por pesquisadores na Turquia

Uma descoberta histórica e numismática movimenta a cidade de Aizanoi, Turquia, após pesquisadores divulgarem em 2021 os objetos de uma descoberta que ocorreu ainda em 2019. Moedas de prata, todas dentro de uma jarra são os principais objetos. As escavações arqueológicas foram lideradas por pesquisadores da Universidade de Pamukkale.

As ruínas de Aizanoi são encontradas na atual província de Kutahya, oeste da Turquia.

As moedas foram encontradas em 2019 e datam do período do imperador Augusto, que governou de 44 aC a 14 dC. Augusto foi o primeiro imperador romano, após Júlio César, também foi o responsável por promover o avanço do império romano estendendo-o do Reino Unido ao Egito. O imperador Augusto ainda se gabaria dos seus feitos ao citar em seu leito de morte: "Encontrei Roma construída de tijolos e a deixei de mármore".

Muitas das moedas encontradas apresentam o busto de Augusto, enquanto outras trazem a imagem de Marco Júnio Bruto - um dos líderes no assassinato de César em 44 aC - e algumas mostram o próprio César. Os arqueólogos acreditam que as moedas podem ter sido trazidas para Aizanoi por um soldado romano.


Elif Ozer, arqueólogo chefe e professor da universidade, disse que as moedas eram "uma coleção muito especial e única", que pode ter sido trazida para Aizanoi por um soldado de alto escalão. A maioria das moedas parece ter sido cunhada no sul da Itália.

"É a moeda de prata mais especial encontrada nos últimos tempos", acrescentou Ozer.

DESCOBERTA DIVULGADA SOMENTE EM 2021 – Certamente foram protegidas para que pudessem ser estudadas de forma adequada. O destino das peças ainda não foi decidido, pois os estudos e analises das moedas ainda devem continuar ao longo de 2021.


Banner de parceria entre Diniz Numismática e Collectgram

Postar um comentário

0 Comentários