Poucas pessoas pensam na trajetória dos metais antes da cunhagem de uma nova moeda, e muitas vezes em sua coleção poderá repousar uma determinada peça carregada de história e que você certamente não saberá identificar a origem deste metal. Verdade seja dita, o conteúdo metálico de muitas moedas não pode ser rastreado até suas origens e também não podemos cravar se vieram de moedas previamente derretidas, por esse motivo não se preocupe tanto com a origem. No entanto, existem algumas exceções que acabaram ligando nosso modo curiosidade.

Uma dessas exceções envolve as moedas de rúpia cunhadas em prata na Índia, lá, muitas das emissões de prata de George V após 1917 podem nos oferecer detalhes capazes de facilitar o rastreio do metal (prata) até o dólar Morgan dos Estados Unidos.

Imagem: PCGS.

Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, a escassez de moedas de prata causou muitos problemas na Europa e em outras partes do mundo. Com economias que dependiam do padrão prata, como a Colônia Britânica da Índia, esse era um problema significativo. Por causa da escassez de prata, a Índia estava tendo dificuldade em resgatar suas moedas por prata quando solicitada.

Nos Estados Unidos, o senador de Nevada , Key Pittman (D), introduziu o conhecido Pittman Act em 1918, que permitiria aos Estados Unidos emprestar à Grã-Bretanha barras de prata do derretimento de dólares de prata guardados em cofres do Departamento do Tesouro . O Pittman Act exigia que não mais de 350 milhões de dólares de prata fossem convertidos em ouro e vendidos à Grã-Bretanha à taxa de $ 1 (mais encargos da Casa da Moeda) por onça. Com a aprovação da Lei Pittman, 270.232.722 dólares de prata nos cofres do Departamento do Tesouro nas Casas de Moedas de São Francisco e Filadélfia foram derretidos, com sua prata sendo enviada para Calcutá, esta, seria transformada em moedas de Rúpia da Índia com a efígie do Rei Jorge V.

Imagem: PCGS.

 Além do derretimento de mais de 270 milhões de dólares Morgan, a Lei Pittman teve outras consequências. A lei exigia que um número igual de cédulas de Certificado de Prata fosse retirado de circulação, uma vez que os dólares de prata equivalentes não estavam mais sob propriedades dos Estados Unidos e não podiam ser usados ​​para resgatar as notas. A partir daí, as primeiras notas do Federal Reserve Bank foram impressas em denominações de $ 1 e $ 2. Pittman, promovia a mineração de prata em Nevada, e também exigiu que os Estados Unidos recomprasse a prata a um preço fixo de US $ 1 por onça e o número equivalente de dólares de prata a serem devolvidos. Isso ocorreu a partir de 1921, com a primeira moeda Morgan Dollar a ser cunhada desde 1904, e também levou à introdução do United States Peace Dollar, cunhado de 1921 a 1935.

 

Imagem: PCGS.

Imagem: PCGS.

Da próxima vez em que você for examinar uma Rúpia de prata da Índia, principalmente aquelas de 1919, provavelmente estará segurando o que costumava ser um dólar Morgan, provavelmente de uma emissão datada entre 1903 ou 1904, e que devido às ações de um senador de Nevada, foi derretido e enviado à Índia para a produção da moeda local.


Banner de parceria entre Diniz Numismática e Collectgram