Para aqueles que não conhecem Brasília, aqui, na capital de todos os brasileiros, está situado o Museu de Valores do Banco Central do Brasil. Lá estão expostas peças raríssimas e muito apreciadas por numismatas e colecionadores de todas as idades. 

Mas algo de inusitado aconteceu no Museu de Valores, pois algo que parecia estar restrito somente aos colecionadores comuns "achar moedas em gavetas" parece ter ocorrido por lá! Claro que não foi bem assim, mas o museu contou essa curiosa história;

A moeda ilustra a postagem é única e raríssima! Conhecida como “cruz de Cristo”, a moeda de 1 cruzado novo tem esse nome devido ao símbolo em seu anverso. 

Ela foi aprovada no fim de 1989, mas nenhuma peça entrou em circulação, pois, poucos meses após sua produção, houve a reforma monetária que substitui o cruzado novo pelo cruzeiro.

Os discos metálicos que seriam usados para a moeda "cruz de Cristo" foram destinados para a produção da nova moeda de 1 cruzeiro, com temática alusiva à bandeira nacional. 

Até então, os numismatas acreditavam que apenas 14 exemplares da “cruz de Cristo”, todas de 1990, tinham sobrevivido. Daí a importância da descoberta da equipe do Museu de Valores do Banco Central: ao todo, foram encontradas 41 moedas “cruz de Cristo”, sendo que uma delas é uma variante de 1989, o único exemplar existente!

Fonte: Museu de Valores do Banco Central do Brasil