O PRIMEIRO CAIXA ELETRÔNICO DO BRASIL – Caixa Pagadora



Os primeiros Caixas Eletrônicos foram fabricados pela conhecida empresa do ramo Thommas  De La Rue e instalados pelo Barclays Bank, em Enfield, bairro de Londres no ano de 1967. A invenção do útil dispositivos é creditada ao inventor John Sheperd-Barron (1925-2005) um escocês, nascido na Índia e que trabalhava para a De La Rue. Mas nunca estamos sozinhos nessa terra. O armênio-americano Luther George Simjian patenteou em 1963 uma máquina semelhante denominada “Bankograph” que foi instalada em caráter experimental em Nova York em 1961, pelo City Bank of New York, sendo retirada seis meses depois por falta de aceitação dos clientes. Esta máquina aceitava depósitos, mas não distribuía dinheiro.

Publicidade do Banco Português do Brasil em jornais de 1944 


No Brasil os primeiros Caixas Eletrônicos datam oficialmente de 1983, instalados pelo Bradesco e pelo Itaú. No entanto, um informe publicitário de época demonstra que a utilização do caixa eletrônico, ou algo semelhante, já havia sido colocado em operação no Brasil pelo "Banco Português do Brasil" no inicio da década de 1970. O banco foi fundado em 1918 e encerrou as atividades em 1974, ano em que foi incorporado ao Banco Itaú.

"Enquanto a cidade dorme, o Caixa Corujão do Banco Português paga."



Na imagem temos uma cédula de 10 Cruzeiros-Novos da 2ª Estampa, superimpressão sobre 10.000 cruzeiros, impressa por Thomas De La Rue. (período de circulação dez. 1967 a 30/06/1975), micro-chancelas do Ministro da Fazenda – Antonio Delfim Netto e do Presidente do Banco Central – Ernane Galvêas.

Nomenclatura utilizada na primeira aparição do Caixa eletrônico em publicidades no Brasil: “Caixa Pagadora” (Caixa Eletrônico), Chave (Cartão), De manhã, à tarde e de madrugada (Caixa 24 horas).

Nomenclatura utilizada na segunda aparição do Caixa eletrônico em publicidades no Brasil: Agora observamos a nomenclatura Caixa Automático (Caixa Eletrônico) também chamado de “Caixa Corujão” e a informação que ele trabalha “24 horas por dia durante os sete dias da semana”. Na primeira imagem fala-se em “Cartão de Identificação” (Cartão que utilizamos atualmente).



CURIOSIDADE - A ideia de um número de identificação pessoal (PIN) armazenado no cartão em si ao invés de ser digitado quando se queria retirar o dinheiro foi desenvolvido pelo engenheiro britânico James Goodfellow em 1965, este ainda possui patentes internacionais cobrindo a tecnologia.

Postar um comentário

0 Comentários